16/04/2016

O SOL E OS CABELOS



O SOL E OS CABELOS

Os raios solares se apresentam com vários comprimentos de ondas e com efeitos diferentes sobre a pele e os cabelos.

- Os raios Ultravioleta B (UVB) ? na faixa até 280 nanômetros - param na superfície da pele e provocam danos agudos como queimaduras, eritema e até mesmo bolhas. Causam perda protéica e ressecamento dos cabelos.

- Os raios Ultravioleta A (UVA) ? na faixa até 320 nanômetros - vão até a segunda camada da pele (derme) e estimulam o bronzeado. Não causam eritema, mas causam degeneração das fibras de colágeno e elastina, provocando envelhecimento precoce da pele.

Nos cabelos, atingem a matriz, uma espécie de cimento entre as células do córtex, prejudicando a retenção da água.

Este mesmo cimento, composto pelas ceramidas e que também une as diversas camadas da cutícula, degrada-se, deixando as escamas abertas, resultando em cabelos ásperos, ressecados, sem brilho e com as pontas duplas.

Os raios Ultravioleta  também degradam a tirosina e a fenilalanina, dois aminoácidos que dão resistência à queratina, que é a proteína dos cabelos, deixando-os fracos e quebradiços.
Quando os pigmentos do córtex são atingidos pelos raios UVA, a cor se altera, sendo que os cabelos escuros ficam mais avermelhados e os loiros mais dourados. Os cabelos pretos são os mais resistentes aos raios solares.

FILTROS SOLARES

Os filtros solares para cabelos normalmente bloqueiam as radiações UVA e UVB. Deverão ser aplicados 20 minutos antes da exposição solar, pois precisam de tempo para agir.
Com o cabelo molhado, espalhe o produto, penteie e deixe secar.
Os cabelos danificados
Os primeiros sinais da deterioração da estrutura dos fios são as alterações da cor e o ressecamento. Muitas são as causas que contribuem para danificá-los.

VEJAMOS ALGUMAS CAUSAS:

Físicas - os raios ultravioleta da radiação solar, a secagem incorreta, a poeira, o vento, a falta de umidade do ar.

Químicas - xampu com grande concentração de detergente, descolorações (é o processo químico que mais danifica o cabelo pois, além de destruir os pigmentos, oxida os aminoácidos, sendo que de 15 a 45% da cisteina é destruída), alisamentos, tinturas, cloro da piscina.

Quando a cutícula está danificada pelo rompimento das escamas, o brilho do fio, que é a reflexão da luz, diminuirá.

Quanto mais danificado o cabelo, mais poroso e mais opaco fica.

A elasticidade do fio também se alterará, sendo que, se tracionado, o cabelo romperá facilmente.

Para avaliar o estado do Córtex e da Cutícula, o terapeuta capilar dispõe de um microscópio que aumenta a visualização do fio em 140 vezes.

Um questionário qualificado dos cuidados capilares é fundamental nesses casos
Deverá ser dada atenção especial em relação aos produtos usados nos últimos meses.

Lembre-se sempre que a Amônia, o Sódio ou o Formol presentes em fórmulas de relaxamento podem reagir com os metais presentes nas tinturas, resultando em danos graves aos cabelos.

Fonte:  http://www.fitoaziz4.eev.com.br/?area=texto&pg=Tricologia