11/12/2011

CABELOS LISOS OU CRESPOS ?



Dos anos 90 em diante, após o surto dos cabelos com permanente que reinaram nos anos 80, os lisos vieram pra ficar. Com o que parece ser a preferência das mulheres, veio também uma infinidade de tratamentos e químicas que conseguem mantê-los escorridos por muito mais tempo. O visual chapado tornou-se democrático. Todas podem tê-lo, de loiras a negras, de ricas a pobres, de jovens a idosas, com certeza existe uma maneira de ter madeixas lisas em todos os casos.


O lado bom: quem faz de tudo pelo liso, garante que ele é muito mais prático de arrumar e de lidar no dia-a-dia. Os cabeleireiros concordam que eles podem ser mais práticos, mas apontam para a desvantagem do visual ser sempre igual todos os dias e da sujeira aparecer mais, principalmente na raiz. Com o cabelo liso é mais difícil disfarçar um fiozinho branco, ou o excesso de oleosidade, explica Magna, que também dá a solução para quem não quer ficar com a cara igual todos os dias: invista em acessórios, lenços, tiaras e presilhas que vão mudar o visual em poucos minutos. Para festas e eventos, prefira escovas com as pontas viradas para fora ou modeladas com bobes, assim o cabelo não fica tão " certinho" e lambido.

O lado ruim: apesar da moda dos lisos, nem todo mundo combina com ele. O ideal é que os lisos sejam usados por donas de traços delicados e tomando sempre cuidado para o visual não ficar muito pesado, afinal nada mais fora de moda do que um cabelo liso cortado em fio reto e muito comprido. Os cuidados que o cabelo liso requer são praticamente os mesmos do cabelo cacheado porque o importante é mantê-los saudáveis. Para isso é aconselhável cortar as pontas a cada 40 dias, cauterizar sempre que perceber pontas duplas, porque elas enfraquecem o fio, além de hidratá-lo com frequência. "Foque na limpeza e no cuidado para os fios não se tornarem quebradiços", ensina o cabeleireiro Robson Trindade, do Red Door (SP).

Cabelo de Anjo

A imagem do anjinho barroco com cabelos cacheados, caindo de forma encantadora sobre os ombros, é o ideal de perfeição de quem escolheu usar o cabelo crespo. Cachos benfeitos, tão admirados nas imagens de anjos e nas crianças pequenas, podem ficar cheios de frizz e espigados se não forem tratados da maneira correta. De acordo com o expert Robson Trindade, defensor incondicional dos cachos, um cabelo crespo bem tratado fica com aspecto mais arrumado do que o cabelo liso, rebatendo uma das principais queixas de quem tem cabelo enrolado, a de que ele tem aspecto de bagunçado. O cabelo crespo também passa um ar de pessoa forte e determinada.

O lado bom: para a cabeleireira Magna Romero, do salão Olegário (SP), quem tem cabelo crespo não encontra dificuldades em bolar novos penteados, basta um bom corte para que um mundo de maneiras novas de arrumá-lo apareça no espelho. "Sabendo domar os cachos, tudo fica lindo, é um cabelo cheio de vida, passa alegria, descontração e dá um ar despojado ao visual."

O lado ruim: é difícil domar os cachos para um crespo impecável. Mas é perfeitamente possível combater esse drama. Para Robson Trindade, basta procurar um bom profissional que corte o cabelo quando ele estiver seco para ter a real dimensão do comprimento.

Não seque com toalha, para não amassar os cachos, e faça hidratações frequentes, já que este é o tipo de cabelo que mais sofre com o ressecamento.

Quem usa cabelo crespo pode se beneficiar de produtos antifrizz, que devem ser aplicados com o cabelo seco e ativadores de cachos que dão mais definição ao cabelo e em geral são aplicados com os fios úmidos.

Para saber se você fica bem ou não com cabelo cacheado, os profissionais dão algumas dicas.

Se o seu cabelo é naturalmente crespo, provavelmente essa é a textura capilar que mais combina com o seu tipo de rosto, mas em geral pessoas com traços fortes ficam melhor com cabelos crespos do que as de rosto muito delicado.

FONTE: revista cabelos e cosméticos