26/04/2011

DIFERENÇAS DOS PRODUTOS DE TRANSFORMAÇÕES

Cada produto de transformação segue padrões industriais específicos, que devem ser bem entendidos para o bom trabalho do cabeleireiro. Os mais utilizados são os Hidróxidos ( Lítio, Sódio, Potássio e Guanidina ) e os agentes redutores ( Tioglicolato, Tiolactado e Tiometacrilato ).

ATIVO DE TRANSFORMAÇÃO

Os hidróxidos agem na abertura das cutículas dos cabelos, penetrando no córtex e transformando as ligações dissulfídicas da cistina em ligações de lantionina. Estes produtos podem causar incômodos e desconforto na pele humana, principalmente no couro cabeludo.

Hidróxido de Guanidina não existe sozinho. Ele é formado da mistura de um hidróxido adicionado ao carbonato de guanidina. Obs.: esta classe de produtos exige shampoo específico no final do processo. Todos os hidróxidos alcalinos possuem a característica de causar desconforto na pele humana.

Hidróxido de Sódio/Potássio, possuem características que provocam maior irritação no couro cabeludo. Portanto, os produtos que contêm os mesmos, não devem entrar em contato com a pele. Sua ação é rápida e eficaz, mas poderá causar destruição da fibra capilar (a queda de cabelo instantânea), se deixado por período prolongado de exposição. Principalmente nas formulações que possuem mais de 2% desses ativos.

Agentes Redutores, agem sobre as ligações de coesão da estrutura dos fios, tornando a fibra momentaneamente como um plástico amolecido sem elasticidade. Obs.: parte dessa cadeia não mais se religará, tornando as áreas da fibra capilar mais sensíveis à quebra. É importante lembrar que a tarefa dos agentes redutores é amolecer só cabelos. A nova forma depende do trabalho mecânico (enluvar, pentear, enrolar).

Fonte:  Revista Cabelos e Cia