24/02/2011

ALISAMENTO CAPILAR QUÍMICO COMO FUNCIONA ?


UM ALISAMENTO CAPILAR QUÍMICO  FUNCIONA DA SEGUINTE FORMA:
O cabelo é constituído, basicamente, de uma proteína: a alfa-queratina, rica em enxofre, formada por cerca de 15 aminoácidos diferentes, que se repetem e interagem entre si. As ligações intramoleculares entre os aminoácidos da mesma cadeia promovem a sustentação da configuração da cadeia. Entre os tipos de interação, destacam-se as pontes de hidrogênio e as pontes cistínicas (RSSR), que são formadas entre os grupos -SH do aminoácido cistina (RSH), presente na queratina. Um dos aminoácidos presentes na queratina é a cisteína, responsável pelas ligações cisteínicas.

A possibilidade da interconversão entre as formas oxidadas (RSSR) e reduzidas (RSH) da cisteína é que permite  ‘moldar’ o cabelo - alisar um cabelo crespo ou ondular um cabelo liso.

A primeira etapa consiste na redução de grupos RSSR, isto é, quebrar as pontes dissulfeto. Isto é realizado com a aplicação de um agente redutor químico, que apresenta um pH alcalino, o que promove a redução de todos os grupos RSSR para RSH.

A segunda etapa consiste na modelagem do cabelo para promover a forma desejada: lisa ou ondulada. Após esse processo e a retirada do produto redutor, o cabelo é oxidado - os grupos RSH oxidam-se para RSSR, com a aplicação de um agente oxidante (neutralizante), tal como o peróxido de hidrogênio (H2O2, água oxigenada) ou borato de sódio.