20/11/10

PRÍNCIPIOS ATIVOS NAS QUÍMICAS DE ALISAMENTO CAPILAR

São hoje no comércio capilar muitos os procedimentos que prometem controle de volume, definição de cachos, fios lisos e liberdade do secador de cabelo.

O mais importante não é o procedimento escolhido, e sim o Princípio Ativo presente na química escolhida ou procedimento.

“Todo cliente deve saber qual Princípio Ativo está colocando no cabelo e qual é a diferença entre esses princípios.

Embora existam tantos procedimentos, são apenas três os principais Princípios Ativos presentes nas químicas de alisamento capilar:

Tioglicolato de Amônia
Hidróxido de Sódio
Ácido Fórmico (o formol).

O Tioglicolato de Amônia e o Hidróxido de Sódio agem na estrutura interna do fio e o formol atua na estrutura externa, por isso que com escovas progressivas de formol promete que o cabelo vai voltar ao que era passados dois ou três meses do procedimento, o que caracteriza como mito. “O que acontece realmente é que depois desse prazo é que o produto perde o efeito, mas isso não é garantia total de que o cabelo vai voltar exatamente ao que era antes após 3 meses”.

É preciso ter muito cuidado com as promessas de "Super-hidratação".
“Normalmente dizem que vão apenas hidratar bastante o cabelo, mas na verdade estão fazendo uma Escova Progressiva. Aí está aí a importância de perguntar sempre” o que vai ser realmente aplicado nos cabelos.

Que fórmulas alisantes são compatíveis entre si?
- As que têm o mesmo Princípio Ativo.

Alisamentos feitos com Tioglicolato de Amônia, mesmo que de marcas diferentes, são compatíveis entre si, assim como os de hidróxido de sódio. Tioglicolato e hidróxido de sódio, no entanto, não são compatíveis. Portanto, uma vez usando um desses ativos para alisar, não pode haver troca para o outro, até que todo o cabelo alisado seja cortado, sob riscos de haver quebra dos fios.

A Escova Definitiva e a Progressiva, por outro lado, são compatíveis com os alisamentos por química. De qualquer forma, fazer um teste em uma mecha da nuca antes de submeter todo o cabelo à transformação é indispensável. Só ele garante que os riscos de problemas serão mínimos se você já tem química pesada nos fios.

Quais cuidados devem ser tomados ao fazer alisamento?
O maior cuidado é descobrir se o alisante usado anteriormente será compatível com a marca usada anteriormente. Ou seja, se a fórmula de antes era à base de Tioglicolato de Amônia, não se deve usar, agora, um alisante à base de Hidróxido de Sódio ou de Cálcio.

"A base química precisa ser a mesma" !!! Além disso, produtos de alisamento à base de metal ou de vegetais como o Henê são incompatíveis com qualquer outra fórmula.

ATENÇÃO:
Quando se diz "Não tem Formol", "Não tem Amônia" ou "Não tem Isso ou Aquilo", não significa que não haja uma química forte de alisamento no produto e procure saber qual é.

Tratamento Light ou Natural que alisa por algum tempo( após a lavada dos fios), tem química pesada! Ninguém pode alisar um cabelo apenas com Aminoácidos, Vitaminas...!
Sonia

Mais informações: lookchique@gmail.com