28/04/2010

PERMANENTE AFRO

Hoje vamos falar um pouco sobre permanente afro. É impressionante como nos últimos tempos vem aumentando loucamente o número de pessoas correndo atrás do permanente afro.

Detalhe que as pessoas querem fazer permanente depois de terem feito barbaridades com o cabelo. É escova marroquina, escova de morango, de chocolate, de maionese, e acreditem: até de quiabo ouvi falar .

Muitos profissionais gostam de falar que “a onda ou a moda dos cabelos cacheados está voltando” , seja por conta dos visual adotado pela personagem de Taís Araújo, seja porque as pessoas enjoaram daquele cabelo esticado.

Gente, cabelo cacheado não é moda. Moda é quem tem cabelo crespo ou cacheado querer ter cabelo liso. Ter (e manter) o cabelo cacheado é ser autêntica!

Cuide bem de seus cabelos. Não adianta achar que o profissional faz milagre, que aplicando um produto qualquer de permanente você vai ter seus cachos de volta. Muito cuidado para que não gastar pouco, porém em vão. Fica aqui uma dica valiosissíma: Não tem como um bom permanente afro custar menos de R$ 240,00 , mas também pode durar até 4 meses, usando Soft Sheen que é considerada a melhor marca de permanente do mundo com mão de obra especializada por exemplo. Além do mais, se muita gente já gastou muito mais que isso botando implante de cabelo que não sabe nem de onde vem, por que não investir nos cuidados certos para seu próprio cabelo?

Cuidado com esses permanentes malucos que custam R$ 60,90 reais … … Esses preços não pagam nem o custo de um produto mais ou menos , o que dirá de um produto de excelente qualidade, como deve ser o do permanente que você vai fazer nos seus cabelos.

Outra coisa muito importante é o teste de mecha, que deve ser feito antes de começar o processo do permanente. Se a mecha não ficar completamente enrolada, corra!!! Com permanente não existe esse negócio de “na próxima vez o cabelo enrola mais”. Se o teste não enrolar, trate ou corte até que ele enrole. Do contrário, você vai danificar seu cabelo em vão, e, de quebra (literalmente) gastar dinheiro à tôa.

Com permanente não se pode arriscar, pois, além dos cabelos não ficarem enrolados perfeitamente, ele pode fazer um estrago incrível nos seus cabelos.
(Revista Afro)