04/02/2010

MENOPAUSA E PERDA DOS CABELOS

Perda de cabelo pode piorar após menopausa

Após a menopausa, quando diminuem os hormônios femininos no organismo da mulher, a calvície pode se tornar tão frequente quanto no sexo masculino.
Estudo publicado na revista da Academia Européia de Doenças da Pele e Venéreas diz que 40% das mulheres com mais de 50 anos podem sofrer de calvície.

Após essa idade, além da escassez de cabelos no topo da cabeça, a mulher pode apresentar entradas temporais como as observadas nos homens.

O cabelo normal entra em processo de repouso a cada quatro anos e depois cai, retornando com a mesma espessura para durar mais quatro anos.

No entanto, nas pessoas predispostas à calvície, o fio volta mais fraco e fino, transformando-se aos poucos em uma penugem e provocando a escassez de fios.

Segundo o dermatologista Fernando Augusto de Almeida, as mulheres não procuram uma solução para o caso logo no início justamente porque essa rarefação vai se dando discretamente, até se tornar realmente visível depois da menopausa.

Estresse
O cortisol, liberado durante as situações de estresse, também pode desencadear queda de cabelo, mas, segundo Almeida, o dermatologista deve sempre afastar um motivo orgânico, submetendo a mulher a exames.

A dosagem de ferro, segundo ele, também é muito importante nos casos de calvície feminina.

Se o exame apontar baixa dosagem, pode ser esse o motivo da queda capilar. Alterações da tiróide como hipertiroidismo e hipotiroidismo também levam a alterações no ciclo capilar, causando uma diminuição dos cabelos, afirma o dermatologista.

Pílulas anticoncepcionais e síndrome dos ovários policísticos são situações que aumentam a quantidade de hormônios masculinos, podendo desencadear precocemente a calvície feminina.

Tingir os cabelos, fazer permanentes ou reflexos podem piorar a queda de cabelo, mas não se caracterizam como agentes causadores da calvície, diz Almeida.

As dermatites do couro cabeludo também devem ser controladas para não agravar o problema.
Folha de S.Paulo

CURIOSIDADE:

Para não perder o brilho e a saúde dos cabelos, o uso de cosméticos, hidratantes, máscaras de tratamento nutritivo e antienvelhecimento é uma boa pedida para quem quer se cuidar e se manter linda em todas as idades.