13/01/2010

CHOQUE DE QUERATINA

Queratina. Esta é a palavra que mais se ouve ultimamente.
Essa proteína é o ingrediente-chave dos tratamentos que recuperam os cabelos danificados, consertando os estragos provocados principalmente pela ação da química.

Os fios sofrem naturalmente com a ação do sol, sal, vento e cloro, mas procedimentos como relaxamento, tintura e permanente são, sem dúvida, seus agressores mais violentos. Esses processos químicos abrem a cutícula (a parte externa do fio, em forma de escamas), facilitando a saída de água, proteínas e vitaminas, atingindo a estrutura interna do fio, que fica quebradiço, opaco e com pouca elasticidade.

Para recuperar essa fibra capilar danificada, a queratina é aplicada em doses elevadas nas partes fragilizadas do fio. "O produto age como se fosse um tipo de massa corrida preenchendo os buracos de uma parede, aumentando sua resistência".

A queratina tem a função de fortificar os cabelos e não de proporcionar um toque sedoso. "Os fios podem até ficar um pouco ásperos e endurecidos, já que a substância preenche os espaços entre as escamas. É fundamental complementar o processo de reconstrução da fibra capilar com tratamentos nutritivos, feitos em casa ou no salão, para garantir flexibilidade.

Se o fio estiver saudável , o tratamento pode dar um efeito contrário, deixando o cabelo endurecido demais, com possibilidade de partir. Por isso essa terapia de choque é indicada apenas para cabelos realmente fragilizados pela ação da química ou para os extremamente longos e que não são cortados há muito tempo.

Quem tem cabelo tingido só deve se submeter ao tratamento 72 horas depois da coloração. Isso porque o processo químico pode alterar a cor da tintura, manchando o cabelo.
É indicado para todo o tipo de cabelo.
Peça já e ganhe um hidratante capilar para complementar o tratamento.