30/12/2009

LOIRAS, MORENAS OU NEGRAS ?

Os homens preferem loiras, morenas ou negras?

Em busca de uma resposta para a famosa pergunta “os homens preferem as loiras?”, um programa de televisão inglês saiu às ruas de Londres para testar como as pessoas reagem a estereótipos distintos de mulheres em diferentes situações. Vale a pena para entender um pouco o preconceito de nossa sociedade:

O pequeno documentário, transmitido este mês pela tv a cabo, recrutou três mulheres diferentes para o tal teste: uma loira, uma morena e uma negra. E submeteu elas a experiências cotidianas, como tomar cerveja no balcão de um bar ou sofrer com o carro pifado na beira de uma estrada.

Tanto no caso da morena quanto da negra, poucas pessoas – leia-se principalmente homens – pararam para ajudar a motorista em apuros. Já a loira recebeu muito mais atenção, mas foi obrigada a ouvir perguntas como “tem certeza que há gasolina suficiente?” ou “você já tentou girar a chave de novo, para ver se pega?”.

No bar, nada muito diferente. A loira foi a mais notada, em detrimento de suas duas colegas, que, contudo, pareceram engrenar conversas mais longas com os freqüentadores do recinto.

Na segunda etapa do programa, elas trocaram de papéis: a morena e a negra pintaram suas cabeleiras de loiro e a loira tingiu a dela de preto. E as reações foram exatamente as mesmas. As loiras ganharam ajuda com o carro e cantadas no bar. E a morena ficou em segundo plano.

No final, as participantes deram seus depoimentos sobre a experiência para as câmeras. Houve certo consenso, quase óbvio: as loiras se destacam socialmente, mas parecem ter que “provar” sua inteligência com mais freqüência, como se a maioria das pessoas que interage com elas desse muito mais bola para a aparência do que para qualquer outra característica.
A expressão “loira burra” naquela música de Gabriel “O Pensador” imediatamente veio à minha cabeça. Comecei a pensar em todo o preconceito sofrido pelas loiras. Quantas piadinhas eu mesma já não ouvi e até dei risada delas, compactuando com isso? Muitas, com certeza. E as gargalhadas também não foram poucas.

Querem saber o resultado do programa de TV ?

É quase uma lição de moral, um resumo de tudo isso: a morena e a negra tingiram novamente seus cabelos de preto. E a loira resolveu não voltar à sua forma original. Sentiu que o mundo ia respeitá-la mais e ouvir o que ela tinha, de fato, a dizer, se conseguisse se livrar do estereótipo que carregava.
Leonardo Sakamoto